top of page

Tecnologia para o Campo

Agronomist with Tablet

Sensores e dispositivos de IoT conectados a uma rede privada de IoT de nível industrial podem automatizar a coleta de dados necessários para supervisionar a produção. Por exemplo, os sensores de IoT eficientemente monitoram condições microclimáticas essenciais, como temperatura do ambiente e do solo, umidade e teor de umidade, níveis de CO₂, status das luzes (ligadas/desligadas) e níveis de iluminação. Ajustar o volume e o momento de injeção de nutrientes, modificar a irrigação e os fluxos de água, e otimizar o uso de fertilizantes podem reduzir o estresse das plantas e a saturação do solo. Os limites desejados para cada parâmetro e tipo de planta podem ser especificados, e alertas podem ser programados para informar à equipe da estufa quando esses limites forem atingidos (para cima e para baixo) e os riscos associados identificados. Analisar dados históricos ajuda a determinar padrões de crescimento, com um apoio crescente de aprendizado de máquina e inteligência artificial, e a combinação ideal de características ambientais para otimizar o crescimento.

A expressão "tecnologia para o campo" refere-se à implementação eficaz de operações agrícolas por meio de avançadas tecnologias de informação e comunicação. O principal objetivo é aprimorar tanto a produtividade quanto a eficiência, visando otimizar a utilização de recursos e diminuir a dependência de intervenções manuais. Isso implica na adoção de sistemas automatizados para diversas tarefas, como plantio, irrigação, colheita e monitoramento de cultivos, contribuindo para uma agricultura mais eficaz, sustentável e alinhada às exigências contemporâneas.

Scientist in Greenhouse

A gestão convencional da irrigação, especialmente em períodos de condições climáticas e padrões em constante mudança, pode prejudicar de maneira irreversível o crescimento e a qualidade das colheitas, resultando em impactos nos rendimentos e na diminuição das receitas para agricultores e produtores. Diante dos desafios crescentes relacionados à gestão da água, torna-se imperativo buscar soluções mais eficientes e adaptadas para avaliar os níveis de água, medir a umidade do solo e realizar a irrigação de forma precisa em tempo real. Essas soluções têm o potencial de minimizar as perdas de água, reduzir operações manuais planejadas e possibilitar que agricultores se ajustem às condições climáticas locais, aprimorem tecnologias de irrigação e gerenciem diversos elementos-chave da produção, como tipos de culturas, características do solo e geografia.

Os agricultores podem facilmente implementar sensores e dispositivos de IoT, integrando-os à sua rede privada personalizada, para realizar medições instantâneas da umidade do solo em várias profundidades, controlar remotamente a ativação/desativação de bombas de irrigação, monitorar o fluxo de água, abrir/fechar válvulas de irrigação e dispensar automaticamente o volume desejado de água. Tudo isso é possível graças à análise conjunta de condições meteorológicas e parâmetros do solo, substituindo as operações manuais. Além disso, sensores instalados nas plantas podem avaliar o teor de umidade dos caules.

bottom of page